segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Como assim disidrose?????

Gente,sei que a palavra é feia, mais não é nada tão grave e pretendo esclareçer um pouquinho sobre a doença.A palavra disidrose (dis=defeito e hidrose=produção de água ou suor) foi usada pela primeira vez em 1873, porque na época acreditava-se que a doença era causada por distúrbios sudoríparos. Já em 1876, alguns estudos atribuíram a doença a fatores nervosos e modificaram o nome para Phompholix.
Não sei se vocês gostam, mais eu adoro saber um pouquinho da história das doenças e dessas palavras do dicionário médico que fazem qualquer doença pareçer algo mortal!
Simplificando, a disidrose é um eczema localizado em mãos e pés, ocorrendo em surtos alternados a períodos sem sintomas.
Na disidrose, surge primeiro o prurido (coceira) que se segue do aparecimento de pequenas vesículas endurecidas esbranquiçadas ou amareladas, embaixo da pele, com aspecto de grãos de “sagu”, atingindo principalmente a face lateral dos dedos, as palmas das mãos e as plantas dos pés. Posteriormente, tendem a secar, ficando a pele espessada, endurecida, podendo descamar ou “rachar” até o tecido mais profundo, ocasionando fissuras doloridas.
.As principais causas que podem desencadear ou agravar a disidrose são:
-Contato acentuado com água
-Distúrbio funcional das glândulas de suor,
-Fatores emocionais e estresse(causa número 1),-Infecções fúngicas,
-Determinados medicamentos, como por exemplo, penicilina.
Além disso, a disidrose pode se associar à dermatite atópica(alergia) ou a dermatite de contato.
 A doença não tem cura mais pode ser muito bem controlada.Se você acha que tem disidrose procure seu dermatologista já!!!


Um comentário:

  1. Rê, amei esse post, você não tem ideia de quantas pessoas atendi com esse problema e quando falo que é disidrose elas ficam com cara de paisagem, adorei tanto que vou fazer uma materia sobre isso futuramente no meu blog tambem. beijos

    ResponderExcluir